Módulos

Muitas das funcionalidades de Python são providas por meio de módulos. A biblioteca padrão de Python é uma grande coleção de módulos que provêm funcionalidades independentes de plataforma tais como operações de entrada/saída, comunicação em rede, e muito mais.

Para usar a funcionalidade disponível em um módulo Python, você precisa incluí-lo, usando a sintaxe mostrada abaixo:

import NOME_DO_MODULO

Como exemplo, veja o trecho de código abaixo, que usa funcionalidades providas pelo módulo math para calcular o logarítimo de 64 na base 2.

import math

x = math.log(64, 2)

print(x)
6.0

Note que no exemplo acima tivemos que usar math.log para chamar a função log do módulo math. Entretanto, é possível importar todas as funções do módulo, usando from math import *. Com isso, podemos invocar a função log sem usar o nome do módulo antes, como mostrado abaixo:

from math import *

x = log(64, 2)

print(x)
6.0

É importante ressaltar que embora seja mais conveniente usar a função sem ter que especificar o nome do módulo antes (como em x = log(64, 2)), é uma boa prática, principalmente em projetos grandes, dizer de qual módulo é a função que se está usando (como em x = math.log(64, 2)).

Inspecionando um Módulo

A melhor forma de se aprender sobre um módulo Python é consultar sua documentação online. Por exemplo, este link contém a documentação do módulo math com todas as funções que ele provê. Consulte a documentação da biblioteca padrão do Python para aprender sobre outros módulos de seu interesse.

Se você quiser ver mais detalhes sobre algum módulo específico, use a função help. A chamada help(math) exibe uma descrição detalhada do módulo e uma breve descrição de todas as suas funções.

A função help também pode ser usada para se obter informações detalhadas de uma função específica. Veja o exemplo abaixo:

help(math.log)
Help on built-in function log in module math:

log(...)
    log(x[, base])
    
    Return the logarithm of x to the given base.
    If the base not specified, returns the natural logarithm (base e) of x.

Observação: É importante ressaltar que os links acima (bem como outros mostrados ao longo deste capítulo) se referem à versão 2.7 do Python, e não à versão 3.x, que é a que estamos usando em nossos exemplos. O uso de links para a documentação de uma versão anterior do Python se deve ao fato de que, até onde sabemos, a documentação da versão 3 do Python ainda não está disponível em português. Exceto em alguns poucos casos (como a função print e a representação de strings, por exemplo) você não deve ter problemas com as diferenças entre a versão 2.7 e a versão 3 do Python.